Noticias

  • NUCLEP participa de fórum nuclear na Rússia

    A NUCLEP esteve presente no IX Fórum Internacional ATOMEXPO 2017, em Moscou, Rússia, entre os dias 19 e 21 de junho. Além de uma grande exposição, o evento anual é uma plataforma de negócios para encontros e acordos entre líderes mundiais da indústria nuclear. O fórum foi patrocinado pela ROSATOM, empresa estatal russa da área nuclear, que possui dezenas de reatores em diversos países.

    Mais de 6500 pessoas representaram 65 países, entre eles, o presidente interino e diretor Administrativo, Carlos Henrique Seixas, o gerente geral de Engenharia, Carlos Frederico de Mello Torraca Figueiredo, o presidente da ABDAN (Associação Brasileira para Desenvolvimento de Atividades Nucleares), Celso Cunha, e a gerente de Desenvolvimento de Negócios da ROSATOM, Olga Pustarnakova (foto acima). A NUCLEP possui Memorando de Entendimento celebrado com a ROSATOM, visando futuras oportunidades de fornecimento de equipamentos na área nuclear.

  • NUCLEP retorna da feira Brasil Offshore com perspectivas de negócios

    No período de 20 a 23 de junho, a NUCLEP teve participação ativa em uma das feiras mais importantes do setor de Petróleo e Gás: a Brasil Offshore. O evento aconteceu na cidade de Macaé (RJ) e contou com a presença de 550 empresas. A proposta de participação da NUCLEP como expositora, foi reforçar a sua posição no mercado offshore.

    A feira ofereceu ambiente direcionado aos profissionais do setor na descoberta de novas tecnologias e soluções em produtos e serviços especializados. O espaço foi de intensa troca e formação de parcerias para geração de negócios.

    Segundo o Gerente de Orçamentação, Paulo César Pereira, a ocasião foi importante para o relacionamento da NUCLEP com outras empresas. “Nessa oportunidade, pudemos estreitar possibilidades de negócios com empresas como a Drill Quip, Superpesa e outras da região de Sertãozinho, interior de SP.  Uma aproximação relevante também aconteceu com a empresa HUISMAN, fabricante de equipamentos de movimentação de carga, que convidou a NUCLEP para realizar parte da produção de seu equipamento”, ressaltou.

    Para o engenheiro do setor de Inteligência Competitiva, Gustavo Pereira, a NUCLEP possui uma posição logística privilegiada no mercado, o que impulsiona os negócios também com empresas estrangeiras no Brasil. “Vejo a participação da NUCLEP na Brasil Offshore como uma oportunidade na área de fornecimento de serviços de usinagem e logística na cadeia produtiva dessas empresas”, destacou.

    A participação da NUCLEP ganhou visibilidade em veículos como o G1 e o telejornal local Inter TV, da Rede Globo. Acesse clicando aqui.

  • NUCLEP estará presente na feira Brasil Offshore 2017

    A NUCLEP participará, mais uma vez, do maior encontro industrial de Petróleo e Gás no Brasil, nesse primeiro semestre. A feira Brasil Offshore acontecerá na cidade de Macaé (RJ), durante os dias 20 a 23 de junho de 2017, e receberá cerca de 50.000 visitantes durante o período. A Brasil Offshore oferecerá um ambiente basicamente técnico com profissionais de setores como automação e instrumentação industrial, companhias de petróleo, manutenção industrial, fabricação de equipamentos e ferramentas, entre outros. A NUCLEP será uma das 550 importantes marcas, de diversos setores, que farão exposição no evento.
    A ocasião visa a interação dos que buscam novas tecnologias e soluções em produtos e serviços especializados, dentro de uma atmosfera de intenso networking para formação de parcerias e geração de negócios.

  • NUCLEP entrega nova Seção e Conjunto do Submarino Tonelero

    A NUCLEP entregou, na manhã desta terça-feira (30/05), a Seção S1 e o Conjunto TR3 + TR4 do S-BR3 – Submarino Tonelero, fabricados em parceria com a Itaguaí Construções Navais (ICN).

    A cerimônia aconteceu no Galpão Principal, com a presença do presidente interino e diretor Administrativo, Carlos Henrique Seixas, o diretor Industrial, Rogério Borges, o diretor Comercial, Ricardo Corrêa, e colaboradores da empresa.

    O diretor Industrial da ICN, Carlos Adolpho Friedheim, também compareceu ao evento, juntamente com o gerente do Empreendimento Modular de Obtenção dos Submarinos Convencionais do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), Capitão de Mar-e-Gerra (EN) Celso Mizutani Koga.

    A parceria com a ICN se propõe a fornecer seções de cascos resistentes para quatro submarinos convencionais e já entregou todas as Seções do SBR-1 e SBR-2, nos anos de 2015 e 2016, respectivamente.

    A previsão é que todas as Seções do SBR-3 sejam entregues até agosto deste ano e as do SBR-4 até agosto de 2018.

    Essas etapas habilitam as empresas para a construção do primeiro Submarino de Propulsão Nuclear construído no Brasil, cujo inicio está previsto no ano de 2018.

     

  • NUCLEP soma à consciência ambiental na XVIII Regata Ecológica da Escola Naval

    A NUCLEP esteve presente, na última sexta-feira (26/05), na XVIII Regata Ecológica da Escola Naval, realizada na Baía de Guanabara. Na ocasião, compareceram a gerente de Meio Ambiente, Viviane Montebello, a técnica de Meio Ambiente, Cintia Santos e o estagiário do setor, Rodolfo Santos. Através de jogos interativos e da exposição de banners, os representantes da empresa apresentaram o desenvolvimento e os índices da Coleta Seletiva Solidária.

    O programa, implantando na NUCLEP em 2008, atende ao Decreto Federal nº 5.940/2006, que institui a separação dos resíduos recicláveis descartados, pelo gerador e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis. O objetivo é promover a inclusão socioeconômica das organizações dos catadores de materiais recicláveis, além de aumentar a taxa de reaproveitamento e minimizar os impactos ambientais.

    Planejada e realizada anualmente pelo Grêmio de Vela da Escola Naval (GVEN), a Regata é um evento de características singulares, centrada numa competição do tipo gincana, em que equipes mistas, formadas por Aspirantes, universitários e jovens de Projetos Sociais, competem buscando retirar a maior quantidade de lixo da Baía de Guanabara, em uma tarde.

    Por meio da apresentação dessas ações, a NUCLEP pôde contribuir para o objetivo da Regata Ecológica, que é desenvolver a consciência ecológica dos futuros Oficiais de Marinha.

  • NUCLEP participa de encontro sobre programa Diversifica Sertãozinho

    O diretor comercial interino Ricardo Corrêa, esteve presente, juntamente com o gerente geral de Compras e Serviços, Jesus Coutinho e o gerente de Orçamentação, Paulo Cesar Pereira, no lançamento do programa Diversifica Sertãozinho, no município de Sertãozinho, interior de São Paulo. A comitiva da NUCLEP foi convidada para o evento com a finalidade de apresentar a empresa para possíveis parceiros e fornecedores.

    O programa está sob coordenação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, em parceria com a Faetec Sertãozinho, o Centro Nacional de Industrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE Br) e o Centro de Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP).

    O projeto é uma decorrência do I Fórum de Desenvolvimento Econômico de Sertãozinho, realizado em março desse ano. De acordo com o secretário Paulo Gallo, a diversificação foi uma das necessidades apontadas para manter um patamar aceitável de ocupação do parque industrial ao longo do ano.

    Para o presidente do CEISE Br, Aparecido Luiz, a consideração da NUCLEP sobre o polo industrial de Sertãozinho, determina a chegada de uma nova e promissora jornada de oportunidades e negócios. Importante ressaltar que a empresa já qualificou e preparou seus fornecedores para os nichos do mercado no qual ela é atuante. 

  • NUCLEP participa da reunião sobre projeto RMB em São Paulo

    O diretor comercial interino, Ricardo Corrêa, esteve, nesta quarta-feira (17/05), na reunião de início do projeto do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que será construído em Iperó, município do interior paulista, junto ao Centro Experimental de ARAMAR da Marinha do Brasil, onde é desenvolvido o protótipo do submarino nuclear brasileiro.

    O RMB é um reator de pesquisa com diversas finalidades: produção de radioisótopos para uso na medicina e na indústria; teste de materiais e combustíveis nucleares para reatores de potência; utilização de feixe de nêutrons para pesquisa científica e tecnológica em diferentes campos da ciência; análise por ativação neutrônica; produção de traçadores para aplicação em pesquisas na agricultura e meio ambiente; formação na área nuclear; e treinamento de pessoal para operação e manutenção de reatores de potência, além de ter toda infraestrutura de laboratórios para realização dos propósitos.

    O empreendimento, que prevê investimentos da ordem de 500 milhões de dólares, será dinamizador para o desenvolvimento de um grande centro de análise nacional para aplicação de radiações em benefício da sociedade. Na saúde, por exemplo, os radioisótopos são base para os radiofármacos, usados para diagnóstico e tratamento de doenças, principalmente, diferentes tipos de câncer.  

    A NUCLEP está qualificada para o fornecimento do RMB que será fabricado conforme o Código ASME III.

    O projeto RMB é um empreendimento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e está a cargo da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), em parceria com a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (AMAZUL) e acordo de cooperação com a Comisión Nacional de Energia Atómica (CNEA) da Argentina.

  • NUCLEP vence concorrência e firma novo contrato com CTMSP

    O presidente interino, Carlos Henrique Silva Seixas e o diretor comercial Ricardo Corrêa, assinaram, nesta segunda-feira (15/05), o contrato referente à Concorrência Nº 4/2017, do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP). Outras quatro empresas concorreram ao processo licitatório, dentre elas, uma do exterior.

    A contratação compreende o fornecimento de equipamentos do Sistema de Resfriamento de Emergência, composto por dois tanques de inundação, dois trocadores de calor e dois acumuladores, que serão instalados no Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (LABGENE), para ensaio das condições de operações possíveis para propulsão nuclear de submarinos.

    Esse é mais um importante marco na história da NUCLEP que tem participado de importantes projetos para a Marinha do Brasil e para o Programa Nuclear da Marinha (PNM), além de outras obras estratégicas para a nação. O prazo para a execução é de 690 dias corridos.  

     

  • NUCLEP marca presença na maior feira offshore do mundo

    A NUCLEP participa, nos dias 01 a 04 de maio, da Conferência de Tecnologia Offshore (OTC), em Houston, Texas (EUA), o maior evento do mundo para a indústria de petróleo e gás. A OTC conta com mais de 2300 expositores e participantes de 100 países, reunidos para discutir ideias, conhecimentos científico e técnico, questões ambientais e novos negócios. Estão presentes o presidente interino e diretor Administrativo, Carlos Henrique Seixas, o diretor Comercial, Ricardo Correa e o assessor da Diretoria Industrial, Marcio Ximenes. A conferência também contou com a presença do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Estima-se que 100 mil pessoas comparecerão à feira.

  • NUCLEP qualifica engenheiros com certificado internacional

    Os engenheiros Frederico Ribeiro, Frederico Vigorito, Márcio César e Pedro Ivo, receberam, em dezembro de 2016, o certificado de Engenheiro de Soldagem Internacional. O grupo passou por um rigoroso treinamento durante três meses, através de diversas etapas de fabricação por soldagem e avaliações escrita e oral. A qualificação foi apoiada pela NUCLEP e concedida pelo International Institute of Welding (IIW), presente em 59 países e representado no Brasil pela Associação Brasileira de Soldagem (ABS).

Páginas