Renovação da Frota Naval aproxima Chile do Brasil sinalizando possível parceria

Em Brasília na última sexta-feira (31.5) para prestigiar a Cerimônia de Transmissão do Cargo de Chefe do Estado-Maior da Armada ao Almirante de Esquadra Celso Luiz Nazareth, o presidente da NUCLEP, Contra Almirante Carlos Henrique Silva Seixas, e o Chefe do Estado-Maior Geral da Armada do Chile, Vice Almirante Guillermo Lüttges Mathieu, iniciaram conversa que pode resultar boa parceria.
A Marinha do Chile, que desde a década de 90 opera com dois submarinos IKL-209 e dois Scorpène, tem planos de investir em novas unidades ou na recuperação da frota atual.
 
“É apenas uma aproximação das Marinhas nesse sentido, mas, claro, a NUCLEP tem toda capacidade, estrutura e know how para contribuir com a construção ou modernização da frota Naval chilena.
O lançamento do Riachuelo ao mar em dezembro de 2018, e a futura entrega dos outros três S-BR ao Prosub, relembrou ao mundo que o Brasil é parte do seleto grupo de países capazes de construir”, disse o presidente da NUCLEP, C. Alt. Carlos Henrique Silva Seixas.
 
Com o Contra Almirante Carlos Henrique Silva Seixas, estiveram ainda na cerimônia, o Vice-Almirante José Carlos Mathias, Diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha; Julio Alexandre Menezes da Silva, Secretário-Adjunto de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST); Fernando Antônio Ribeiro Soares, Secretário da SEST; e o Almirante de Esquadra, Marcos Silva Rodrigues, Secretário Geral da Marinha -SGM.