NUCLEP recebe Subsecretário da SPOA do MME Vice-Almirante Hélio Mourinho Garcia Junior

O presidente da NUCLEP, C. Alte Carlos Henrique Silva Seixas, seus diretores Administrativo, C. Alte Oscar Moreira Silva Filho; Industrial, CMG Affonso Alves; e Comercial, Nicola Neto; e os Gerentes Gerais da Presidência, Marcelo Perillo; de Planejamento e Finanças, CMG Genildo Araujo; e de Recursos Humanos, CMG Álvaro José, dedicaram o dia (12.11) a ciceronear uma visita especial.
 
O Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério de Minas e Energia, Vice-Almirante Helio Mourinho Garcia Júnior, e a mais nova integrante do Conselho Administrativo da NUCLEP, representante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Julieta Costa Cunha, vieram de Brasilia especialmente para conhecer a empresa e iniciaram o dia assistindo a uma apresentação institucional da NUCLEP, elaborada pelo diretor Affonso Alves, e que detalhou desde a história da empresa aos projetos entregues, em andamento e ainda sendo prospectados.
 
Durante a apresentação o presidente, C. Alte Seixas, destacou a importância estratégica da empresa para o setor nuclear. “Não fomos construídos em Itaguaí aleatoriamente. Somos preparados para atender às Usinas de Angra 1 e 2, da fabricação e manutenção de equipamentos a qualquer outra demanda que necessite de expertise nuclear. Somos os únicos do país com o selo de Qualidade ASME III e os responsáveis pela construção do reator nuclear do LABGENE – Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica, entre outras demandas de extrema importância para o Brasil”, disse. 
 
O presidente falou ainda sobre a nova área de atuação da NUCLEP, que agora é também uma linha de produção de Torres de Transmissão de Energia. “O Governo anunciou a construção até 2027 de mais de 55 mil quilômetros em linhas de transmissão.Nossos estudos apontam déficit no mercado para atender tudo isso e a NUCLEP, maior caldeiraria do Brasil, fará a diferença. Já estamos em fase final de construção do galpão que trabalhará para absorver boa parte dessa demanda. E é esse novo nicho que dará perenidade à empresa”, enfatizou o C.Alte Seixas.
 
Na sequência, após caminharem pelo maior parque de usinagem da América do Sul, a especialista de desenvolvimento industrial na Confederação Nacional da Indústria – CNI, Julieta Costa Cunha, agradeceu a oportunidade de fazer parte da história da empresa. “É uma honra poder fazer parte do Conselho Administrativo dessa gigante. A NUCLEP é realmente impressionante e da mesma forma que enxergamos dificuldades, também é evidente o leque de possibilidades e meios de contribuirem para o país”, finalizou.