Nuclep sedia II Workshop Polo Tecnológico do Mar e emociona com apresentação de seus jovens aprendizes

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A sediou nesta quinta-feira, dia 25/4, a segunda edição do Workshop Polo Tecnológico do Mar, programa que reúne as maiores e mais importantes empresas do entorno da Baía de Sepetiba, e entidades estratégicas dos setores civil e militar, na promoção do desenvolvimento sustentável da região.

A solenidade de abertura contou com a execução do Hino Nacional seguida da exibição do vídeo institucional da Nuclep, e foi liderada pelo anfitrião da casa, o C. Alte. e Presidente da Nuclep, Carlos Henrique Silva Seixas.

Em seu discurso de boas-vindas ele destacou o incentivo ao desenvolvimento social da região como parte da filosofia e natureza da empresa: “É uma satisfação para nós que, em maio comemoramos 39 anos da fundação da Nuclep aqui em Itaguaí, podermos compartilhar do trabalho que já realizamos e, através dessa iniciativa, contribuirmos com a construção de novas ações.”

O presidente falou do papel social desenvolvido pelo Centro de Treinamento Técnico da Nuclep, e enalteceu o Programa Aprendizes Solidários.

“Cerca de 90% dos nossos alunos são moradores da região, principalmente, de Itaguaí. Nosso parque industrial opera hoje com pelo menos 60% da mão de obra formada pelo CTT. Já o Aprendizes Solidários, programa de iniciativa dos alunos e coordenação pedagógica interna, promove, anualmente, ações beneficentes para arrecadar doações às instituições carentes da região”, disse.

A manhã do workshop foi dedicada ao pronunciamento de diferentes autoridades e representantes sobre propostas que resultem na melhoria de setores da região. Foram pré-definidos pelo Polo a atenção ao Turismo, Infraestrutura, Logística, Comércio, Defesa e Indústria Naval, Aquicultura e Agricultura.

Mas o ponto alto e surpreendente do dia foi a apresentação feita pelos Jovens Aprendizes da Nuclep sobre o programa social que realizam na empresa.

As imagens do convívio social que os jovens realizam em instituições carentes, lares de idosos e outras associações emocionaram a todos. “Descobrimos que muito mais do que doar alimentos e roupas, o que esses nossos vizinhos precisam é do seu tempo, atenção e abraço”, disse a jovem aprendiz, Isabella Arruda.

O evento que aconteceu no auditório da presidência da Nuclep e teve a adesão de mais de cem inscritos, foi coordenado e organizado pela Diretoria Executiva da empresa, em parceria com a Marinha do Brasil e a Itaguaí Construções Navais, e contou com as presenças ilustres do V. Alte. e Presidente da Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), Edésio Teixeira Lima Junior; C. Alte. e Diretor Técnico-Comercial da Emgepron, Luiz Carlos Vieira; Gal. de Divisão do Exército, Décio dos Santos Brasil; C. Alte. e Diretor Administrativo da Nuclep, Oscar Moreira Filho; Comte. e Diretor Industrial da Nuclep, Affonso Alves; Diretor Presidente da Itaguaí Construções Navais (ICN), André Portalis; Reitor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Ricardo Luis Berbara; e outros.

 

Nas fotos: C. Alte. Carlos Henrique Silva Seixas e o V. Alte. Edésio Teixeira Lima; Durante a execução do Hino Nacional; Mesa de abertura do evento e o apresentador do cerimonial, o Técnico Industrial, Manoel Neto; A turma de Jovens Aprendizes com a Coordenadora e pedagoga, Vania Ribeiro e o padrinho, Manoel Neto.

 

Matéria e divulgação: comunicação Nuclep.